23 de jul de 2011

LIVRO: NÃO TENHO FÉ SUFICIENTE PARA SER ATEU


           Estou lendo este livro de autoria de Norman Geisler e Frank Turek.
           Já comecei a sentir a fraqueza de argumentos logo nas primeiras páginas denominadas de Introdução.
         Eles começam logo errado no texto dizendo que Ateísmo é religião. Se me lembro bem a denominação ou conceito da palavra “religião” provém de “religare” que é religar o homem à Deus. Mas que deus os ateus acreditam? O cara diz que é uma visão religiosa. Passo a me perguntar também sobre essa inusitada existência: onde ele está? Por que realmente não dá as caras? Se somos sua “imagem e semelhança", não seria justo que ele falasse com seus semelhantes? Por que se cala?
            Frank Turek, ateus não possuem religião e afirmar isso é pura falta de bom senso e capacidade intelectual.
              Ele vai mais longe na página vinte quando diz: “Se Deus não existe, então a conclusão é que a vida de alguém não significa nada”. Mas quem dá a entender que ele não existe, é ele mesmo e a vida vale muito mais do que qualquer coisa, porque depois dela não há mais nada. É viver e aproveitar tudo por aqui mesmo.
          Quando passamos a questionar e a duvidar de muitas coisas, eles vem com aqueles clichês da rebeldia, como está no livro: “Uma vez que a maioria de nós não quer responder a ninguém, ceder nossa liberdade para um Deus invisível (palavras do autor – invisível) não é algo que desejamos fazer naturalmente” (pág: 24). Que argumento fraco. As regras existem independentemente se existe Deus ou não e elas devem ser cumpridas e são denominadas leis e é por causa delas que este mundo não está mais bagunçado.
            O mais ridículo é quando dizem que “os cristãos têm evidências que apóiam suas conclusões”. Procurei isso por muito tempo e verifiquei que as conclusões não possuem evidências coisa nenhuma. Tudo retirado da cabeça humana. Temos uma incrível capacidade de criar e é isso que o homem faz constantemente. Não existem fatos, somente suposições e misticismo que recaem para a fé e com a fé posso pisar até na lua. Precisamos de algo mais concreto. Mais real.
            O mais interessante são as provas reais que estarei começando a ler, que apóiam o cristianismo que eles citam que são 12:
1 – A verdade sobre a realidade pode ser conhecida.
2 – O oposto do verdadeiro é falso.
3 – é verdade que o Deus teísta existe.
4 – Se deus existe, os milagres são possíveis.
5 – Os milagres podem ser usados para confirmar uma mensagem de Deus
6 – O Novo Testamento é historicamente confiável.
7 – O Novo Testamento diz que Jesus afirmava ser Deus.
8 – A afirmação de Jesus quanto a ser Deus foi miraculosamente confirmada.
9 – Portanto, Jesus é Deus.
10 – Todos os ensinamentos de Jesus que é Deus são verdadeiros.
11 – Jesus ensinou que a Bíblia é a palavra de Deus.
12 – Portanto, é verdade que a bíblia é a palavra de Deus.
            Viram como eles têm evidências? E são muitas. Acho muito interessante que todos possam ler para que tenhamos o fechamento das conclusões, pois tratam-se de grandes fatos ocorridos, porque caso contrário (e agora vem as ameaças religiosas) “rejeitar a Deus é o que nos torna livres e criaturas morais e que capacita cada um de nós a escolher nosso destino final” (pag.31).
            Portanto, é melhor eu continuar lendo ou pelo menos tentar, porque a cada página sinto ânsia de vômito.

Um comentário:

  1. Miranda,

    Quando li este livro eu o fiz quando ainda era um cristão convicto. Nem preciso dizer que apreciei muito a leitura por ela vir ao encontro daquilo que eu exatamente queria ouvir.

    Talvez eu precise agora de fazer uma releitura. Estou acompanhando seu blog para ver suas impressões.

    Um abraço.

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO.
EXPRESSAR OPINIÕES NÃO É CRIME, SER MAL EDUCADO, SIM.
COMENTÁRIOS SEM LÓGICA OU COM PALAVRÕES OU MESMO COM OFENSAS PESSOAIS SERÃO APAGADOS POR ESTE BLOGGER.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...