28 de dez de 2010

COMENTÁRIOS

O texto abaixo eu li no blog Bereianos e efetuei um comentário que não foi publicado.
O cidadão abaixo fala mal dos políticos e pastores de igrejas. Antigamente eu cria que a bíblia era a palavra de Deus na sua totalidade, mas certas discrepâncias ou contradições me fizeram rever muito sobre este assunto: a infalibilidade da bíblia ou a autoridade da bíblia.
Muitos amigos que conheço em igrejas não ligam para o fato de eu hoje não participar de nenhuma denominação, mas se preocupam quando digo que a palavra de Deus não pode ser a bíblia, explico o porquê. Muitos não a seguem como já falei anteriormente, interpretam de acordo com suas necessidades e interesses pessoais. Há muitas contradições e narrações que não podem ter cunho racional e nem real, mas somente como estórias. Contos. Há muitas divisões. Surgimento de muitas denominações. Se a palavra de Deus é somente uma não pode haver tanta interpretação a ponto de igrejas históricas brigarem entre si para ver quem é eleito ou não, salvo ou não, idólatra ou não. Imagine como está a coisa hoje, o cara discorda do pastor e abre sua própria igreja pois tem visão diferente e ainda vem com cara de pau dizendo que é uma visão de Deus. E a bagunça vai por aí por causa deste livro onde todos o usam para aprisionar a massa.
O que comentei no final do texto que vou publicar é que na bíblia exatamente em Romanos13:1 que diz que "toda alma esteja sujeita às autoridades superiores, porque não há autoridade que não venha de Deus e as autoridades que há foram ordenadas por Deus". Quando fala autoridades, fala-se no âmbito geral da palavra, tanto na questão espiritual, como podem se levantar os espiritualistas, como nas autoridades governamentais.
Portanto, perguntei do que ele reclamava e afirmei que ele estava pecando e dando mal exemplo à suas ovelhas falando mal das autoridades governamentais que são, de acordo com a bíblia, ordenadas por Deus.
Agora, explico por que não creio mais tanto neste livro como palavra de Deus: Será que Deus ordenou que os salafrários do congresso se dessem aumento, sendo o congresso que mais recebe salário no ano comparado a países de 1º mundo enquanto o povo morre à míngua? Será que Deus realmente tem colocado os corruptos à frente para que outros muitos passem tanta necessidade? Existem muitas narrações que verdadeiramente não entram pelo racional e minha fé que me fazia navegar pelo impossível deu lugar ao pé no chão e à realidade da vida.
Abaixo transcrevo o texto e aqui posso comentar, já que é um blog pessoal e estarei dando a "autoridade" ou direito de divulgar o nome de quem o escreveu e a fonte.

Iniquidade e Perversidade: Marcas do mundo na igreja

.
Por Pr. João de Souza
Existem dois tipos de iniquidade: A individual e a coletiva. A pior iniquidade é aquela que sai do âmbito do indivíduo e se impregna por toda a sociedade.
Veja um tipo de iniquidade social. Um indivíduo que ajudou a construir a nação se aposenta depois de trabalhar 35 anos com um salário referencial de 5.4 salários mínimos, e dez anos depois percebe que sua aposentadoria foi achatada para menos de dois salários. Isso é um tipo de iniquidade. Políticos com cargos governamentais que não se contentam com seu salário e votam para si mesmos aumentos exorbitantes. Isto é iniquidade. Pastores que vivem nababescamente à custa de suas igrejas. Isto é iniquidade.
A diferença entre a iniquidade da igreja e do governo é que os governantes exercem seus cargos numa estrutura iníqua em que o grande chefe é Satanás. Os profetas, o Senhor Jesus e os apóstolos sempre denunciaram que o mundo faz parte de um sistema satânico e, os governantes, até mesmo bons cristãos, levados pela estrutura iníqua que impera no mundo, por melhor que sejam suas intenções, acabam por entrar na corrente dos iníquos.
Iniquidade na Bíblia não diz respeito apenas aos pecados de uma pessoa, mas aos pecados da coletividade, da sociedade e de seus governos. E o governo que ora apeia do poder parece ter sido o mais iníquo de todos, porque por trás dos benefícios sociais que alega ter trazido ao povo, foi o que mais oprimiu a classe dos aposentados e o que mais enriqueceu seus políticos e simpatizantes.
Agora, no apagar das luzes, os deputados aprovaram um aumento substancial de seus salários; debochando do povo que os elegeu! Você tem idéia do que é ganhar 26 mil por mês – livres! – e ter todas as regalias e mordomias do governo? Aluguel de apto em Brasília, telefones, combustível, ternos novos, carros à disposição etc. enquanto a maioria do povo brasileiro ganha o salário mínimo?
Você não acha que é iniquidade um funcionário do governo se aposentar com ganhos reais, em que seu salário se mantém sempre atualizado, enquanto o trabalhador do regime CLT não tenha reajustes pelo menos para repor a inflação? Isto se chama iniquidade! Porque este sistema é tão iníquo quanto o da Índia que divide o povo em castas.
Sim, porque a iniquidade de um governante pesa mais diante de Deus do que a iniquidade de um pecador que apenas peca contra seu próprio corpo. Um governante iníquo peca contra todos os filhos de Deus e contra o próprio Deus! Um governante iníquo afronta o senso de justiça de Deus e zomba de Deus. Será condenado porque pisa o pobre! E os deputados e senadores acabaram de pisar debochadamente do pobre e sobre os que os elegeram! Mais que isto, estão zombando da bondade e da misericórdia de Deus!
Sempre achamos que o pecado de Sodoma era apenas de prostituição sexual, sodomia ou práticas sexuais, mas não. O profeta Ezequiel denuncia Sodoma da seguinte forma: “Eis que esta foi a iniquidade de Sodoma, tua irmã: soberba, fartura de pão e próspera tranquilidade teve ela e suas filhas; mas nunca amparou o pobre e o necessitado” (Ez 16.49).
Veja bem como o profeta mensura a iniquidade de um povo.
E passo, daqui em diante a falar da igreja como sendo esta a Sodoma condenada por Deus. Sim, porque a prática da iniquidade é própria dos governos, já que a estrutura do poder está nas mãos do inimigo de Deus. Não é possível, no entanto, que a igreja que deveria ser a líder na prática da justiça, tenha incorporado em sua estrutura a mesma iniquidade dos governos.
1. Soberba. A igreja brasileira tem se destacado pela soberba, pelo orgulho, e tomou para si a frase do Lula, “nunca antes na história desse país”, como a dizer: Nunca antes na história da igreja… Como se a igreja nos dias de hoje estivesse cumprindo seu verdadeiro papel na sociedade. Deus condenou Sodoma, não apenas pelas práticas sexuais, mas pelas práticas sociais. A soberba leva à luxúria e esta leva à perversão sexual. A igreja institucionalizada está tão ou mais iníqua que os regimes governamentais. Estes podem ser iníquos porque a iniquidade faz parte de seu DNA, mas a igreja deveria ter o DNA de Deus!
2. Fartura de pão e tranquilidade. As benesses governamentais aos que estão no poder são inimagináveis. Seus líderes possuem nas mãos o poder de compra, a capacidade de adquirir o que querem com o dinheiro dos contribuintes. Miquéias, o profeta disse que tais políticos, enquanto estão deitados, maquinam a iniquidade e pensam em como fazer o mal! “À luz do dia praticam o mal, porque o poder está em suas mãos. Se cobiçam campos, os arrebatam – condenação do profeta aos grileiros que roubam as terras para seu próprio poder – se casas, as tomam…” (Mq 2.1-2).
Mas, e quanto às lideranças da igreja? Alguns dirigentes de denominações possuem casas em resorts no exterior para passar as férias; vivem nababescamente, usam cartões sem limite – afinal a igreja paga suas despesas – e espiritualmente debocham daqueles sobre quem eles impõem seu regime disciplinar. Raras são as exceções.
A maioria dos líderes denominacionais vive com fartura de pão e com tranquilidade, enquanto exigem de seus membros ofertas e primícias ameaçando-os de maldição caso não contribuam. Isto é iniquidade. Deus condenou Sodoma porque o povo daquela cidade não amparava o pobre e o necessitado!
3. O pobre é desamparado. Deus condenou Sodoma pelo orgulho e pela fartura e porque não socorria os pobres nas suas necessidades. Uma igreja que não olha para as necessidades do pobre, que se esquiva de defender os necessitados vive o papel de Sodoma. A igreja deve sempre sair em defesa dos injustiçados, dos que sofrem, dos que são desprezados pelas autoridades; deve sempre sair em defesa dos menos afortunados socialmente. Sempre que entro em áreas de risco em vielas e becos das vilas pobres da minha cidade, fico a imaginar que aquela gente não teve a mesma sorte do restante da população, e por isso não lhes restou alternativa senão a de montar um barraco no estreito pedaço de terra, para criar seus filhos e sobreviver. Por pouco não fomos criados numa dessas vilas paupérrimas, não fosse a habilidade de papai de se esforçar e trabalhar duramente.
Na cidade onde resido é comum ver nas áreas pobres, pequenos jardins floridos, árvores frutíferas na frente da casa, hortas minúsculas cultivadas em faixas estreitas de terra, indicativo de que os habitantes não estão ali por serem marginais – perigosos – mas porque foram marginalizados pelos governos. A única entidade que lhes presta alguma assistência é a igreja! Mas não a igreja como estrutura ou sistema: Quem ampara essa gente são irmãos em Cristo que socorrem e ajudam esses pobres com seus próprios recursos, porque a denominação age como a sanguessuga. Pegam em vez de dar!
E não é admissível que a igreja deixe penetrar em sua estrutura a mesma iniquidade que está impregnada nos governos. É uma afronta a Deus a construção de mega-templos para o deleite social das pessoas; construções que indicam o quanto a igreja vive na luxúria e no orgulho. Deus não precisa de grandes templos; precisa de pessoas que lhe são templo. É entre as pessoas que Deus habita, e não dentro dos mega-templos. A construção de grandes templos é indício de iniquidade.
Por outro lado louvo a atitude de queridos irmãos que, à semelhança dos primeiros discípulos se entregam e se despojam de todos os recursos para socorrer os desvalidos, os pobres, bêbados, drogados e os recolhem em seus abrigos para deles cuidar. Esses irmãos não contam com a ajuda das denominações, porque ajudar entidades sociais que não sejam de sua igreja não traz nome nem fama ao pastor e sua denominação.
Aqui mesmo em Porto Alegre a Sociedade Emanuel, uma entidade pentecostal recolhe a escória da sociedade para suas casas e abrigos à custa de grande sacrifício. E, pasmem! É ajudada por muitas pessoas que não são membros de igrejas, além de ser perseguida pelo poder público. Sim, porque o governo iníquo nada faz, mas exige dos que fazem que tenham casas e abrigos de primeiro mundo para socorrer os que nem mundo tem! A iniquidade e a perversidade não permitem que se faça o bem, por isso os engravatados do poder público criam leis que impedem que a igreja exerça seu verdadeiro trabalho. Isso também é iniquidade.
Assim, meus leitores, a mesma iniquidade que grassa o governo, o poder público grassa também a igreja!
Felizmente, Deus haverá de se erguer a favor dos injustiçados e galardoará os que ajudam os necessitados. Eu deveria me calar, como afirma o profeta, mas como calar diante da iniquidade reinante no mundo?
“Não admira que num tempo mau como este as pessoas que têm juízo fiquem de boca fechada! Procurem fazer o que é certo e não o que é errado, para que vocês vivam. Assim será verdade o que vocês dizem, isto é, que o SENHOR, o Deus Todo-Poderoso, está com vocês. Odeiem aquilo que é mau, amem o que é bom e façam com que os direitos de todos sejam respeitados nos tribunais. Talvez o SENHOR, o Deus Todo-Poderoso, tenha compaixão das pessoas do seu povo que escaparem da destruição” (Am 5.13-15).
.


26 de dez de 2010

PROFETADAS

Já estou cansado de ouvir essas profetadas de gente achando que está falando em nome de Deus e não está. É sempre a mesma lorota: "Deus tem grandes coisas para você!!!" "Ele tem grandes coisas na sua vida". "Ele fará a grande diferença em sua vida".
Antigamente eu começava chorar achando que era verdadeiramente de Deus. Mas logo depois que a gente pára para pensar e começa e raciocinar, vê que é pura balela e mentira de pessoas descaradas que usam o nome de Deus para enganarem as outras atingindo somente no lado emocional. É por essas e por muitas outras que parei de andar em igrejas.
Os mercadores do templo estão em alta, vendendo sonhos e arrecadando mais dinheiro do que nunca. Chantageiam suas ovelhas e os colocam em uma posição de terror espiritual. Conheço muitos que fazem isso.
Outro dia chegou alguém e disse a mesma coisa para mim. Será que essa pessoa não se toca e não vê que é um falso, mentiroso e que suas palavras são repetitivas em demasiado e não fala em nome de Deus coisa nenhuma e é somente para enganar os outros? Será que sente a necessidade de demonstrar para os outros que tem unção espiritual? Porque se não profetizar o culto foi chato e sem graça. O pior é que os caras pintam e bordam e fica por isso mesmo.
Estou aprendendo que se eu não fizer por mim ninguém fará. Se eu não trabalhar e com o meu esforço não posso comer e nem ter aquilo que almejo ter. Nas minhas necessidades e falta de emprego, minha esposa é que estava do meu lado me dando forças e me mantendo.
Até hoje espero essas coisas grandes que sempre me falaram e nada de acontecer. O que realmente está acontecendo é que eu mesmo estou procurando o meu bem estar e parei com o pensamento duplo de me esvaziar para não dá margem ao que os outros vão pensar e falar.
Estou vivendo bem melhor sem o peso na consciência de como me vestir, andar, comportar. O meu caráter sempre foi de pessoa honesta porque aprendi com meu pai e não porque fui de igreja e quando a gente vai ficando mais velho, nosso ímpeto de força jovem vai diminuindo, é normal. É o ciclo da vida. 
Esse corte umbilical em relação às igrejas tem me feito muito bem. Estou mais tranqüilo e não ando como andava antigamente angustiado e nervoso. Com medo de tudo.
A sensação de liberdade é algo maravilhoso.
Que perdure por muito tempo.

23 de dez de 2010

CORRENTES DE EMAIL


MUITO OBRIGADO PELAS 4512 CORRENTES QUE ME FORAM ENVIADAS ATÉ AGORA!!!

NESTE ANO, GRAÇAS A ELAS, TOMEI ALGUMAS ATITUDES QUE MUDARAM MINHA VIDA:
1.
JÁ NÃO SACO DINHEIRO EM CAIXA ELETRÔNICO PORQUE VÃO ME COLAR UM ADESIVO AMARELO OU JOGAR UMA LINHA NO MEU OMBRO E QUANDO EU DOBRAR A ESQUINA VÃO ME ROUBAR;
2.
JÁ NÃO TOMO COCA-COLA PORQUE ME AVISARAM QUE SERVE PRA LIMPAR MÁRMORE E QUE UM CARA CAIU NO TANQUE DA FÁBRICA E FICOU TOTALMENTE CORROÍDO;
3.
NÃO VOU AO CINEMA COM MEDO DE SENTAR NUMA AGULHA CONTAMINADA COM O VÍRUS DA AIDS;
4.
ESTOU COMO UMA INHACA DE GAMBÁ VIOLENTA PORQUE DESODORANTE CAUSA CÂNCER DE MAMA;
5.
NÃO ESTACIONO O CARRO EM SHOPPING CENTER COM MEDO DE CHEIRAR PERFUME E SER SEQÜESTRADO;
6.
NÃO ATENDO MEU CELULAR COM MEDO 
QUE ALGUÉM PEÇA PARA DIGITAR 55533216450123=T4RH2 
E EU TENHA QUE PAGAR UMA FORTUNA DE LIGAÇÃO PARA O IRÃ, OU ENTÃO OUÇA UM ANALFABETO DIZER QUE SEQÜESTROU MINHA FILHA ENQUANTO UM OUTRO ANALFABETO BANDIDO FICA GRITANDO QUE NEM VIADO…..AI PAI, AI PAI;
7.
NÃO COMO MAIS BIGMAC POIS É TUDO FEITO COM CARNE DE MINHOCA COM ANABOLIZANTE;
8.
NÃO COMO MAIS CARNE DE FRANGO, CHESTER E  NEM VOU NO KFC 
POIS OS FRANGOS FORAM ALTERADOS GENETICAMENTE, TOMAM HORMÔNIOS FEMININOS E TÊM SEIS ASAS, OITO COXAS E NÃO TÊM BICO, PENAS NEM CABEÇA;
9.
NÃO SAIO COM MAIS NINGUÉM 
PORQUE TENHO MEDO DE ACORDAR 
NA BANHEIRA CHEIO DE GELO 
E SEM MEUS RINS;
10.
REFRIGERANTE EM LATA, NEM PENSAR!!! 
TENHO MEDO DE MORRER DE LEPTOSPIROSE DO MIJO DO RATO;
11.
NÃO TENHO MAIS NENHUM TOSTÃO 
POIS DOEI TUDO PARA A CAMPANHA EM PROL DA OPERAÇÃO DA NILDINHA, MARIAZINHA, ROBERTINHA QUE É UMA MENINA QUE PRECISA FAZER UMA OPERAÇÃO URGENTE, 
QUE SÓ TEM MAIS DOIS MESES DE VIDA (DESDE 1993);
12.
ESCREVI EM 500 NOTAS DE R$1,00 UMA MENSAGEM PARA A NOSSA SENHORA DA FRIEIRA, PARA ME DAR MUITO DINHEIRO, E ACABEI PERDENDO 
UMAS 20 NOTAS POIS EU ESCREVI DEMAIS;
13.
ESTE MÊS DEVO RECEBER O MEU CELULAR ERICSSON, POR TER REPASSADO OS E-MAILS PARA 2366 AMIGOS, 
E MÊS QUE VEM RECEBO OS U$1.000,00 DA AOL E DA MICROSOFT, ALÉM DOS PRÊMIOS DA NESTLÉ;
14. 


NÃO BEBO MAIS REFRIGERANTE KUAT, POIS ELE TEM UMA SUBSTÂNCIA QUE CAUSA CÂNCER;
15. 

JESUS E NOSSA SENHORA JÁ DEVEM ESTAR MORANDO LÁ EM CASA DE TANTA VISITA DELES QUE RECEBO POR EMAIL;
“ENTÃO PUTOS CRIADORES DE CORRENTES, SE VOCÊS NÃO PASSAREM ESTA CORRENTE, PARA CENTO E QUINZE MIL AMIGOS, EM EXATOS CINCO MINUTOS, UM URUBU VAI TE CAGAR, E VOCÊ VAI VIVER FODIDO PRO RESTO DA VIDA!!!”

13 de dez de 2010

O VELHINHO DE BARBA BRANCA DA FICÇÃO DÁ PRESENTES INOFENSIVOS E INOCENTES PARA CRIANÇAS. O BARBUDO DO PT GARANTE DISTRIBUIÇÃO DE KITS GAYS PARA CRIANÇAS DE ESCOLA.

Julio Severo
Alunos de 7,8 e 9 anos estarão recebendo DVDs “escolares” com histórias de “amor” homossexual. Numa das histórias, conforme denúncia do Dep. Jair Bolsonaro, “um garoto de mais ou menos 14 anos, de nome Ricardo, vai ao banheiro fazer pipi, olha para o lado, vê um coleguinha dele fazendo pipi também e se apaixona por esse colega”. A denúncia completa está aqui: www.youtube.com/watch?v=ONfPCxKdGT4
O kit gay faz parte da campanha estatal “Escola Sem Homofobia”, imposta pela SEDH da Presidência da República. A febre governamental de promover a agenda gay a pretexto de combater a “homofobia” está tirando das crianças sua proteção contra uma promoção descarada do homossexualismo e está tirando dos pais o direito e autoridade de proteger seus filhos, sob a ameaça de rotulá-los como “homofóbicos”.
Com tal ameaça, o que uma mãe ou pai ouvirão amanhã dos agentes estatais, inclusive professores de escola pública? “Se você não aceitar a doutrinação homossexual de seu filho, vou denunciar você como homofóbica!” “Se você não entregar seu filho para mim, vou processá-lo como homofóbico!”
É verdade que, com a aprovação do PLC 122, os grupos homossexuais de pressão política esperavam esses “avanços”. O siteda ABGLT, até a data de 13 de dezembro de 2010, estava em plena campanha pelo PLC 122. Sua aprovação, que estava manobrada para ocorrer em 8 e 9 de dezembro, não se concretizou por causa de inúmeras denúncias.
Entretanto, a manobra também tinha um plano de ação paralela. Enquanto os grupos pró-família estavam se concentrando contra o PLC 122, Lula e seu governo estavam dando canetadas. Vejamos o histórico de presentes que o movimento homossexual recebeu do governo, com a cortesia e generosidade dos trabalhadores brasileiros que pagam impostos:
Em novembro de 2010o Senado aprovou mais de 300 milhões de reais para a “prevenção e  combate à homofobia”. Será uma chuvarada de kits gays para crianças e adultos de todas as idades! O pedido dessa verba foi feito diretamente pela presidência da República, a qual por sua vez atendeu pedido da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT).
Em 9 de dezembro de 2010 o presidente Lula criou, por meio de decreto presidencial, o Conselho Nacional de Combate à Discriminação (CNCD), também chamado de “Conselho Nacional LBGT”. Um de seus membros é Luiz Mott, líder máximo do movimento homossexual, que há anos vem sendo acusado de defender a pedofilia. O CNCD, que foi criado a pedido da ABGLT, está ligado diretamente à Secretaria Especial dos Direitos Humanos (SEDH), órgão da Presidência da República responsável pelo programa “Brasil Sem Homofobia”.
Em 8 de dezembro de 2010 foi anunciada a nova ministra da SEDH, Maria do Rosário (PT-RS), que ficou famosa por seu projeto de lei que tira dos pais a autoridade de disciplinar os filhos. Uma das ações principais do CNCD, sob a autoridade da SEDH, será fiscalizar e fortalecer a implementação e expansão do programa federal “Brasil Sem Homofobia”, que visa remover da população todo sentimento e opinião contrária ao homossexualismo, como resposta radical e decisiva às pesquisas que indicam que 99% da população brasileira de uma forma ou de outra rejeitam esse comportamento.
Em 9 de dezembro de 2010através da Portaria 513, o Ministério Previdência Social garantiu a concessão de pensão e outros privilégios para duplas gays vivendo como se fossem homem e mulher legalmente casados. De acordo com Luiz Mott, essa medida do INSS “reconhece o casal homossexual”, deixando as duplas gays a pouquíssimos passos de uma equiparação total ao casamento legal normal entre um homem e uma mulher. O INSS agiu a pedido da ABGLT.
E hoje, 13 de dezembroToni Reis estará recebendo da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República o “Prêmio Direitos Humanos”, por recomendação direta do ministro Paulo Vannuchi, defensor radical do PNDH-3 e das guerrilhas comunistas do passado do Brasil. Toni Reis, que é presidente da ABGLT, estará recebendo sua condecoração na presença do presidente Lula no Palácio do Planalto.
O PNDH-3, que intitulei Presente das Trevas em meu artigo sobre o assunto, foi uma manobra rasteira e inesperada, lançada bem na época do Natal, não muito diferente dos outros presentes que o governo Lula acabou de dar, a pedido da ABGLT.

Lula teria coragem e honestidade de dar todos esses presentes logo antes de uma eleição presidencial? Como os eleitores reagiriam nas urnas, vendo Lula dar tanto com o dinheiro do bolso deles?
Só dois pedidos da ABGLT ainda não foram atendidos:
1. A aprovação do PLC 122.
2. A criminalização do Blog Julio Severo. Em novembro de 2007, Toni Reis, em nome da ABGLT, solicitou ao Ministério Público Federal medidas criminais contra o Blog Julio Severo e seu dono.
Enquanto aguarda atendimento, a ABGLT conta com o enorme poderio da máquina estatal. A nova ministra da SEDH, Maria do Rosário, de acordo com reportagem do site homossexual A Capa, “reforçou que irá trabalhar com ‘empenho’ pelos direitos das ‘crianças e adolescentes… e pela livre orientação sexual’”. Assim, o kit gay para crianças de 7, 8 e 9 anos estará garantido. Tudo por amor à “livre orientação sexual”. Disciplina física para as crianças? Rosário responde com um sonoro JAMAIS! Doutrinação homossexual para as crianças na escola? Aí a resposta é: OBRIGATÓRIO! Essa é a ideologia dela, que exige menos autoridade dos pais na vida dos próprios filhos e mais autoridade e intervenção do governo e ativistas gays na vida deles.
O programa “Brasil Sem Homofobia” impõe, em dimensões apocalípticas, a interferência pró-homossexualismo direta do Estado na sociedade, a pretexto de combater crimes violentos, forjados ou não, de “homofobia” — mas sempre acobertando meticulosamente a homossexualidade de autores de crimes violentos, especialmente em casos de abuso sexual de meninos. O Grupo Gay da Bahia, fundado por Luiz Mott, alega que pouco mais de uma centena de homossexuais é assassinada por ano. Mas não dá para dizer que a estatística de criminosos gays é assim igualmente pequena, pois o número de crianças do sexo masculino estupradas e até mortas por ano é consideravelmente volumoso. Só como exemplo, meu livro O Movimento Homossexual, publicado pela Editora Betânia em 1998, aponta que os dez maiores assassinos seriais dos EUA eram homossexuais.
Ativistas gays que defendem o sexo entre homossexuais adultos e meninos não estão sendo alvos de nenhum tipo de investigação do governo, que ainda os brinda com o programa “Escola Sem Homofobia”, que garante que a influência homossexual não fique limitada apenas às crianças adotadas por duplas gays. Com a interferência pró-homossexualismo do governo nas escolas, todas as crianças serão afetadas, quer seus pais aceitem ou não. A única resposta que os pais poderão dar é “sim”. Qualquer outra resposta será considerada “homofóbica”.

A mera presença oficial de Luiz Mott no Conselho Nacional de Combate à Discriminação expõe a tendenciosidade do governo. A tirania de Mott ficou conhecida em 2001 quando ele ordenou que uma igreja batista de Campinas removesse de seu site uma pregação, de autoria do próprio pastor da igreja, contra o homossexualismo. A igreja prontamente obedeceu. Aos que não obedecem, Mott manifesta seus chiliques. Em 2008, ele postou em seu site pessoal os nomes e endereços de alguns cristãos — inclusive Julio Severo — que lutam contra a agenda gay.
Com ou sem a aprovação do PLC 122 neste final de ano, os ativistas gays estão felicíssimos com todos os presentes do presidente Lula, que tem sido muito mais do que um tio generoso para o movimento homossexual. Ele na verdade conquistou a posição de Papai Noel dos gays.

Em seus oito anos de governo, Lula garantiu “avanços” decisivos, espetaculares e inimagináveis para a agenda gay, merecendo o prêmio do “Oscar Gay” e tendo motivos de sobra para cacarejar pelo resto da vida.
==================================================
NOTA: Que cada um tenha sua escolha sexual que vá lá, mas impor uma situação para aqueles que não compartilham da mesma idéia é autoritarismo e proselitismo vergonhoso. Sou heterossexual com muito orgulho. O que falta ao mundo é respeito ao ser humano, seja em que plano for. Agora não se pode dar um pouco de poder ao ser humano e logo ele quer fazer seu domínio frente aos outros, seja em qualquer corrente. Que animalzinho besta é o ser humano.

Capítulo 2 – A Guerra dos Mundos



por Acauan Guajajara

A aspiração dos crentes de se apartarem do que chamam “o mundo” já dificulta, por si só, o entendimento deles por quem não vê problema em ser um simples terráqueo. Mas o mundo não é coisa fácil da qual se apartar e, gostem ou não, os crentes têm que viver nele e conviver com o que dele é.

Na vida cotidiana os crentes têm que interagir com “o mundo”, cuja rejeição plena em prol de uma crida realidade mais alta só seria possível se o pio se tornasse um João Batista moderno, morando no deserto e comendo apenas gafanhotos e mel silvestre, alternativa que não é acolhida com entusiasmo naquela comunidade.

O grau de concessão ao mundano que os crentes têm como doutrinariamente admissível varia da rigidez dos legalistas conservadores – que são contra quase tudo que não tenha o selo de garantia da Igreja – aos liberais – que toleram até aquela coisa esquisita que é o white metal.

Sempre achei estranho nunca ter conhecido um crente, seja lá de que vertente fosse, que rejeitasse a coisa mais mundana de todas, o dinheiro. Mas eles certamente têm alguma explicação bíblica para isto.

Se a dicotomia de rejeitar o mundo e ainda assim viver nele é difícil para muitos crentes, é ainda mais confusa para quem não consegue entende-los, já que, neste quesito, a diferença entre o discurso e a prática dos religiosos imita o nativo da anedota, que se veste e comporta como turista por conta de uma insatisfação crônica com suas próprias origens.

Embora os crentes costumem reagir a estes comentários acusando a impiedade de quem os coloca, o fato é que eles próprios são divididos e conflitantes quanto a esta questão. Um bom exemplo disto é o confronto entre os crentes radicais, defensores do isolacionismo, e os simpatizantes do chamado mundo gospel.

O primeiro grupo quer segregar seus fiéis do mundo mantendo-os a maior parte de seu tempo livre dentro das igrejas ou serviço delas, enquanto o segundo se propõe a criar fora de seus templos um mundo de mentirinha e imitação, que estaria protegido das tentações do mundo real pela aplicação de algumas regras da igreja a atividades que absolutamente nada têm a ver com ela.

É este mundo gospel que gera, além da música insuportável, exotismos como a boate gospel, o bar gospel e a balada gospel.

A existência ou não de sentido lógico em chamar de bar um local cujo apelo de público é não vender nenhuma bebida alcoólica é um problema dos crentes, não meu. Mas se o objetivo deste manual é esclarecer pontos que dificultam aos não crentes entende-los, esta é uma das coisas que mesmo observadores atentos têm dificuldade de explicar.

É difícil para os céticos compreender o mundo dos crentes também porque suas divergências internas o fazem de difícil compreensão até para os próprios.

==========================================
NOTA DESTE BLOGGER: E olha que ele não ainda não chegou na questão dos exageros gospel de estripulias no chão e outras coisitas mais tornando a guerra dos mundos interna (liberais e conservadores) cada vez pior e trazendo mais duvidas para os incautos ou desavisados. 

12 de dez de 2010

ENTENDENDO OS CRENTES. OU NÃO?

Nota deste blogger: Fazendo-se uma análise sem paixão de defender uma causa ou mesmo viver por partidarismo, mas querendo buscar a verdade e entender o que se passa com tantas contradições existentes no meio evangélico, encontrei vários textos que colocam em destaque essas nuances existentes no meio que passei longos anos e não me dava por conta, até que um dia comecei a questionar. Analisando sem paixão e sem emoção, mas com a razão (não que alguém que use a razão não possa ter emoção e paixão, não é isso), vou publicar alguns textos de autoria de ACAUAN GUAJAJARA (não pedi autorização, mas creio se colocarmos o nome do autor não teremos problemas, já que a internet também é um local de domínio público) com o título PEQUENO MANUAL PARA ENTENDER OS CRENTES, que fala realmente o que se passa no meio evangélico, pode ser que eu faça algum comentário ou não concordando ou discordando e convido você também a fazer comentário sobre o que vai lendo aqui.
Tenhamos uma boa leitura.
================================================



Capítulo 1 – Os crentes e o mundo e o mundo dos crentes
Postado originalmente em 22/05/2005 00:09:00

Se você é do mundo então você não faz parte do mundo dos crentes, considerando-se o que a expressão "o mundo" significa para eles. 

As passagens bíblicas que explicam o que estou falando são várias, mas basta esta:

João 15:18 Se o mundo vos odeia, sabei que, primeiro do que a vós outros, me odiou a mim. 
João 15:19 Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; como, todavia, não sois do mundo, pelo contrário, dele vos escolhi, por isso, o mundo vos odeia.

Dizer que alguém "não é deste mundo" pode ter diversas conotações, mas geralmente usamos esta expressão para nos referir a outro cujos hábitos o distinguem em muito da média em um ou mais aspectos.
Quando os crentes dizem que alguém não é deste mundo estão falando deles mesmos.

Assim como os homens são de Marte e as mulheres de Vênus, os crentes crêem habitar um planeta diferente do nosso, cujas coordenadas astronômicas só eles conhecem, mas dizem situar-se numa dimensão chamada de "espiritual". 

Você pode conviver diariamente com crentes, trabalhar com eles, tê-los como vizinhos ou co-participantes de alguma atividade social, mas se você se considera um simples habitante do planeta Terra, sem pretensões a uma dupla cidadania cósmica, então mesmo o crente mais moderado o verá como representante do mundo que ele acredita odiá-lo, o que inspirará nele, no mínimo, alguma cautela no trato com você.

Isto não implica que amizade entre crentes e não crentes seja impossível, mas a amizade dedicada a um do mundo será, quase sempre, de natureza muito diferente daquela dedicada aos do mundo deles.

Esta restrição temerosa dos crentes ao mundo e tudo que vem dele, inclusive você, é a primeira barreira que dificulta as tentativas de entendê-los.
Além de primeira, é a barreira mais difícil de transpor, uma vez que não é pessoal. Você pode ser a melhor ou a pior pessoa do mundo, para os crentes não importa. Se você é do mundo, para eles é um alienígena.
O único modo de alguém do mundo penetrar o mundo dos crentes é deixando o próprio.
Como não emitem vistos de turista para o mundo deles, o único jeito de penetrá-lo é mudando-se para lá em definitivo, o que significa conversão.

Para quem a conversão não está nos planos, o mundo dos crentes pode ser conhecido apenas pela observação de fora, o que, como os astrônomos amadores sabem, exige técnica e equipamento adequado, sem os quais a observação traz por resultado antes um anedotário pitoresco do que conclusões plausíveis. 
Como poucos dentre os do mundo dispõem desta habilidade ou recurso, mesmo porque a maioria tem mais o que fazer, o mundo dos crentes lhes é tão misterioso quanto os planetas de outros sistemas estelares. Perceptíveis por suas interações, mas invisíveis quanto aos seus aspectos interiores. 

Acauan Guajajara
ACAUAN DOS TUPIS, o gavião que caminha
Lutar com bravura, morrer com honra.



Nota: Quando fazia parte desta caminhada, achava que eu não era daqui também, mas pude ver que aqui é onde podemos usufruir das coisas boas, ou seja, só podemos usufruir das coisas que aqui estão e não de um planeta distante ou diferente, mas desse aqui mesmo. Isso é uma forma de aprisionar as pessoas e fazer com que elas não busquem melhorar de vida mas tenham sempre na mente que o bom virá depois da morte e que se mantenham do jeito que estão, pobres e sem níveis de estudo, intelectualidade, conhecimento ou mesmo não busquem crescimento financeiro e não passem a questionar muitas situações incorretas.
Outra interpretação para essa passagem é que não precisamos ter inveja daqueles que crescem, pois brevemente não estaríamos mais aqui e pelo fato de sermos diferentes o mundo nos odiaria. Mas pergunto em que sou diferente? Preciso trabalhar para ter o que comer, o que vestir, onde morar e dar educação para os meus filhos e isso só quem pode me dar é o mundo em que vivo. No entanto existem os grandes artistas de púlpitos que aproveitam e muito este mundo.
A questão hoje é você passar a viver sua vida da melhor maneira possível, respeitando aos outros seres humanos e ponto final.  

1 de dez de 2010

IEMANJÁ QUE SE CUIDE, A NOVA RAINHA DOS MARES VEM AÍ




Olá queridos,
Estamos nos aproximando do primeiro Cruzeiro marítimo com o Diante do Trono, que acontecerá de 2 a 5 de Dezembro deste ano de 2010. Confesso que meu coração tinha paz, mas várias vezes perguntava ao Senhor sobre o propósito desta experiência tão nova e diferente de tudo o que já vivemos até hoje.
....
Mas o principal motivo pelo qual escrevo é para compartilhar o que o Senhor ministrou ao meu coração em um momento muito marcante ali na Finlândia, acerca do Cruzeiro. Estávamos em um culto maravilhoso e a gloriosa Presença do Senhor enchia o lugar e as nossas vidas! Quando terminei a minha parte e o Pastor Markku começou a orar eu senti o impulso de interceder, junto com o Sérgio, por todos os projetos e desafios, e sonhos ministeriais que temos à nossa frente. Era uma atmosfera propícia para apresentarmos nosso clamor, pois o poder de Deus parecia palpável!
Quando comecei a orar pelo Cruzeiro ouvi o Senhor claramente nos dizer“Seus bobinhos! Seus bobinhos! Unjam os mares! As praias são minhas! As praias são minhas!”. Sua voz era tão poderosa, como um trovão dentro de mim, e eu temi e tremi. De repente, minha visão se abriu e o Senhor, carinhosamente, me dizia que levava muito tempo para percebermos Seus propósitos! Mas, naquele lugar distante, fora da nossa rotina, estávamos mais sensíveis e abertos para Sua glória, e então Ele pôde me falar. O Senhor começou a descrever para mim uma nova missão, e é isso que compartilho com vocês.
Há anos tenho recebido um entendimento progressivo da minha missão. Comecei na Igreja local, e depois compreendi que devia sair das paredes dos templos e reunir Seu povo para adorar em locais públicos. Os estádios se tornaram locais de adoração a Jesus. Mas eu não tinha entendido ainda o que me veio ao coração anos depois. O Senhor já estava fazendo, e queria que perseguíssemos os locais de festa da nossa nação, para ali, prestarmos a Ele culto e declararmos que só Ele é digno. Temos feito isso. Fui chamada para entronizar o Senhor no Brasil e nas nações através de uma adoração profética. Uma adoração que une a música que declara que o Senhor reina, que rasga os céus com esta poderosa proclamação, a uma intercessão e clamores, guiados pelo Espírito, em arrependimento e em profecia. Profetizamos o que o Senhor está dizendo, e temos visto frutos de anos e anos desse ministério que Ele mesmo nos confiou.
Naquela atmosfera de glória, da forte Presença do Senhor, mais um passo me foi revelado. Eu nos vi ungindo os mares do Brasil e descendo em todas as praias possíveis, por todo o litoral brasileiro, adorando ao Senhor. Eu jamais havia sequer imaginado isso, mas a voz dEle gritava com zelo: “As praias são minhas! As praias são minhas!”. De repente vi as festas que acontecem nas praias do Brasil. Percebi o ciúme que Deus tem destes portais de entrada do continente, da nação. Desde a antiguidade as praias são um lugar de consagração da terra e da vidas das pessoas. Ali, fincavam-se as bandeiras, as estacas, e se realizavam os primeiros cultos. Até hoje, vidas se entregam a entidades dos mares, com ou sem entendimento, mas pactos são renovados a cada virada de ano, e em ocasiões especiais. Buquês de noivas são jogados no mar. Muitas delas entram com seus vestidos no mar. Pessoas se rendem a superstições, pulando ondas, e festivais musicais acontecem em muitas praias do Brasil. As praias são um lugar de festa, de culto, e eu nunca havia percebido isso.
Esse será o primeiro de muitos Cruzeiros que o Diante do Trono fará. Dentro do navio, durante o dia, haverá louvor e descontração. Tudo feito para a glória de Deus, seja comer, beber, ou qualquer outra coisa que fizermos, como nos instrui a Palavra. Mas, ao descer nas praias, cada participante terá o entendimento de orar, de cantar louvores, de declararmos e consagrarmos as praias ao Senhor. No próximo ano, planejamos até mesmo fazer eventos de adoração em cada praia em que atracarmos. E à noite, dentro do navio, teremos culto, pregação da Palavra, e o momento especial em que, unidos, ungiremos os mares por onde o navio estiver passando. A unção com óleo, nas Escrituras, sempre foi usada para consagrar, dedicar ao Senhor, santificar para Ele objetos que serviriam para Seu culto, pessoas separadas para servi-lo, como os sacerdotes, levitas. A Bíblia até mesmo nos instrui a ungir os doentes para que sejam curados. Com esse entendimento, ungiremos os mares e as praias do Brasil.
Compartilhando isso, sei que me exponho a críticas e a um mal entendimento do que move o meu coração. Porém, acredito que muito mais serão os que terão o entendimento aberto para se unirem a nós nessa missão, e creio também que pessoas que se dedicam à oração, adoradores, poderão começar a planejar e crer para participarem conosco de mais um passo na redenção do país.
É com temor e tremor que termino, pedindo que orem por mim e por nossa equipe, relembrando o zelo e o poder com que ouvi: “As praias são minhas! As praias são minhas! Diz o Senhor.
Blog da Ana (PAULA VALADÃO)

Obs.: Notem a forma que Deus falou com ela "seus bobinhos, seus bobinhos", não é incrível? Fazendo Cruzeiros por aí enquanto muita gente morrendo de fome. Deve ser somente para a cúpula. 
É, igreja virou negócio mesmo. Banalização completa. É triste.

TROPA DE ELITE 2

Assisti ao primeiro e não podia de deixar de assistir ao segundo.
Tropa de Elite 2 apesar da violência que é peculiar em filme policiais brasileiros e sempre demonstram o Rio de Janeiro como a central do crime, é um filme que vale a pena assistir.
Wagner Moura sempre atuando com maestria dá um show.
O tenente coronel Nascimento depois que acontece um problema na penitenciária Bangu I, vai descobrindo a lama em que está afundada a polícia do Rio: políticos corruptos que tanto beneficiam o tráfico quanto as milícias daquele lugar.
Domingo passado vi o Carlos Henrique Amorim perguntando ao secretário de segurança do Rio: Por que só agora foi deflagrada esta guerra contra os traficantes? Eu posso responder ao Paulo: - Assista ao filme Tropa de Elite 2 que lá está a sua resposta.
O próprio secretário não soube explicar no momento, depois de uma deixa do próprio Paulo Henrique, afirmou que estava esperando formar mais tropas para deflagrar esta guerra que hoje acontece. Exército e Marinha e também a Aeronáutica passam o dia todo coçando o saco, sem fazer nada. Eles tem tropas suficientes para quaisquer tipos de missões.
Sou totalmente a favor do que está acontecendo no Rio e bato palmas para a polícia. Alguém vem com "sentimento de cristão" dizer que aquilo é um absurdo, que vão morrer inocentes, querendo aparecer na mídia blogueira e que vai haver muitos mortos e coisa e tal. Em toda guerra tem inocentes que morrem e o Estado deve a todo custo se impor. É dever do Estado dar segurança ao cidadão de bem e garantir o ir e vir. Para o bem de muitos é necessários o sacrifício de alguns. Sempre foi assim e sempre será.
Espero que esta operação seja séria, não como as operações do filme que são farsa eleitoreira (se bem que a eleição já passou e os mesmos governantes estão aí e esse filme só foi mostrado depois dela) e que esse problema seja de uma vez por todas eliminado.
Agora, o coronel Nascimento me fez ver o quanto o sistema também tem dominado as igrejas e o quanto inocentes tem sido mortos, aprisionados, enganados, amordaçados, ameaçados. Já vi uma pastora levantar um dedo para um membro e dizer..."não fale nada contra mim, pois ninguém pode tocar no ungido, senão lhe amaldiçoo e te mando para o inferno".
Eu queria saber com que autoridade esse senhora manda alguém para um lugar que nem sabemos se existe e quem disse que ela não pode ser tocada? Se coloque na frente de um caminhão à 90 Km/por hora carregado, se não há possibilidade de ser tocada? Não só tocada como estraçalhada.
Tem muito dono de púlpito por aí que está querendo matar os coronéis Nascimentos, pois eles tentaram combater o sistema podre em que a igreja evangélica se meteu e quem não comer na mão deles, são jogados fora com desculpa de "divergência doutrinária".
Aos ateus chamam de filhos do diabo, rancorosos, desviados (ah, já me chamaram disso agora rsrsrs), mal amados e etc. Eles que nem no sobrenatural acreditam, chamam de filhos do diabo.
Quero ver do que me chamarão.
Não vou usar e nem devo usar a Aposta Pascal, pois para mim é totalmente sem fundamento.  Tenho certeza que estou buscando um caminho mais limpo e certo.
Palmas para os coronéis Nascimento que ainda estão por aí.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...